Eu só queria que você voltasse para casa

homem andando na rua

[Você pode – e deveria – ler esse texto ao som de Flesh and Bone]

Eu já sabia que a gente não ia dar certo. Depois de todas as tentativas eu já sabia. Mas eu insistia porque dentro de mim eu queria estar errada. Mesmo com o mundo todo me apontando os vários motivos, mesmo com as quantidades incontáveis de noites em claro, eu queria estar errada porque eu queria ter você.

Você podia não ser a pessoa perfeita e eu podia saber de todos aqueles seus defeitos, saber que existiam infinitos outros que viriam, mas eu estava sempre em busca do seu melhor. Eu queria todos os seus sorrisos mesmo que por causa deles eu tivesse que enfrentar todas aquelas noites frias que eu enfrentei. A chuva, o trânsito. É incrível como nada podia fazer com que eu parasse. Nem mesmo você poderia estragar a imagem que eu formei de nós dois juntos. Você era e sempre foi o homem que eu queria encontrar quando chegasse em casa, que iria me acompanhar na bebedeira, que iria dançar comigo e me ajudar a encontrar o caminho de casa. Mas você não foi, e não adianta colocar a culpa no timing, na astrologia ou na garota nova que apareceu. O universo não tem culpa nenhuma, nem nossos pais, nem aquela nossa briga.

Dia desses eu li o seu-omeu-onosso signo e pontuei: A gente não ia dar certo mesmo. Mas eu estava errada, a culpa não foi porque eu nasci em outubro e você em maio. Não foi porque você é instável e eu preciso de segurança. Não é porque eu sou de libra e você é de gêmeos. Poderia ter sido com outros signos, em outros momentos das nossas vidas, poderia ter sido com a garota mais linda da sua escola ou com o nerd babaca do meu trabalho. Mas não foi. Foi com a gente. E agora, terminou.

Não tem mais eu-você e nossa história confusa. Não tem mais texto meu e não tem mais ninguém escrevendo sobre você. O trânsito se dissipou, levou embora o sorriso dos sorrisos, a incerteza, a euforia dos teus dedos passeando pelas minhas costas. Deixou por aqui as lembranças dos copos quebrados, das portas batidas, do meu coração partido quando você não olhou para trás.

A gente poderia ter tentado mais uma vez, como tentamos tantas outras, mas desta vez você se foi, e eu sei que não vai mais voltar.

E eu sei disso, assim como sabia que a gente nunca iria dar certo, mas eu não queria que fosse assim, porque no fundo eu queria mesmo, era ter você.

“And I am more than this frame, i feel hurt and I feel shame, i just wish you would feel the same, and I am more than these bones, i feel love, i feel alone, i just wish you would come home”

tathi