Ser teu erro mais bonito

tumblr_static_tumblr_lqge4tehha1qkvzn9o1_500

[Pra ler ao som de Life of the Party – Shawn Mendes]

Te pego dia desses depois do trabalho, te levo pra casa e te faço cafuné vendo qualquer comédia romântica ou o que você quiser. A gente fala das coisas que fez durante esse tempo sem se ver e eu conto como cada dia foi de saudade d’ocê, pequena. Você me conta do trabalho que tá uma droga e como você pensa vez ou outra se fez a escolha certa. Olha, você me faz pensar que cada escolha deve ser certa, já que agora eu to aqui contigo, meu bem. Te carrego no peito e mesmo que o ombro dê um jeito porque você ta mais pesada com o tanto de coisas que carrega sozinha, eu continuo andando.

Te prendo num abraço apertado e mostro que aqui também é teu lugar. Fica aqui e me deixa te fazer carinho atrás da orelha pra dormir. Pega tuas coisas e muda pra cá, vem livre desse peso todo que te faz ficar por lá ou vem com eles mesmo e eu te ajudo a carregar. Eu to aqui te esperando de braços abertos e colo pronto. Já preparei um café e atualizei a parte de DVDs da estante. Já comprei o livro novo do Chico pra colocar do teu lado da cama, eu sei que você ainda não tem. Separei espaço pros teus livros e pros teus problemas, também. E se precisar de mais eu me aperto num canto, a gente se ajeita por aqui, mesmo se o espaço for pequeno. Mas vem, meu bem.

Te escrevo mais textos e até um livro desses romances que vira um blockbuster adolescente e te deixo doar tudo que conseguir pras tuas fundações. Vai ser melhor que aquele último que você viu no cinema e saiu da sessão com os olhos vermelhos. Esse vai te fazer rir daquele teu jeito engraçado e sair da sala com esse teu sorriso que eu vejo sempre que você ta feliz e que me faz ter esperança na paz mundial. Te romantizo pra vida e te transformo em música pros caras que tão felizes como eu dedicarem pras tuas pequenas, mesmo que elas não sejam pequenas.

Te lembro de tomar o remédio e de ligar pra tua mãe pelo menos três vezes por semana. De assistir aos jogos do tricolor e de sair com teus amigos pra beber uma vez por mês, religiosamente. Te levo pra perto da tua família e pra ver tuas amigas de infância todo mês, ou sempre que você sentir que precisa mais do colo da tua mãe que do meu. Te faço livre pra ser sua e me amar do teu jeito. Te mostro que eu adoro esse teu jeito de quem não se importa e dança assim mesmo. Te mostro que eu não sou o cara mais bonito e inteligente do mundo, mas que to aqui por você.

Te digo que o mundo é realmente todo seu, meu amor. Coloco todas aquelas fotos que tiramos juntos e as tuas sorrindo na parede do nosso quarto e uma frase da tua música favorita do Teatro Mágico. Aprendo a tocar tudo que você quiser no violão e toco naquela reunião de amigos à noite, sem perder o teu olhar que sorri pra mim, mesmo que a lua esteja linda esperando que eu a note. Te aninho nos meus braços e te levo pra cama.

Te mostro um mundo só nosso, onde você é o centro do roteiro. Já escrevi sobre ele umas mil vezes e posso decorar com todos os detalhes que faltam ou te mostrar o quão comum ele é. Já vi como eu fico longe de você e te mostro o cara que se apaixonou pelo jeito como teus olhos se fecham quando você sorri. Eu acredito que esse é teu jeito de me mostrar que ta guardando na mente aqueles segundos, quase como uma fotografia. Te faço perceber que o mundo que você me mostrou é bem melhor e tem umas cores que eu nem conhecia.

Te amo, assim mesmo, com todo os problemas de antes e os que vão aparecer. Te amo, mesmo que eu seja teu segredo mais sórdido ou teu erro mais bonito.

dani

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s