A espera de um final feliz

ballet

“Mais um dia e por mais uma vez esperei um final feliz, esses como de filme de romance, felizes e emocionantes. Meus desejos em ter seus beijos, seus abraços, em ter novamente este teu sorriso que com certeza seria meu carma para todas as manhãs e para o resto do dia. Estes meus desejos e essa vontade louca em ter você em meus braços me faz viajar em pensamentos sobre como seria nosso reencontro.
Sexta-feira a noite, tempo nublado, pois o dia foi chuvoso, e é como me sinto por dentro. Chego minutos antes do inicio de sua apresentação de ballet, minha primeira vez em uma apresentação de ballet e justo a minha primeira vez é ver a minha bela dançar, sorrir, flutuar em seus passos como uma pena leve que flutua no ar. Minha poltrona é a de numero nove na fileira ‘P’ na ponta da fileira, fica mais fácil à visão para o palco.
Crianças começam a apresentação algumas tímidas outras já descontraídas e sorrindo alegremente, por este palco passaram varias crianças, meninas, mulheres e também alguns bailarinos.
Meus pensamentos começam a surgir, e imagino como seria nossa volta.

“Após a sua apresentação as luzes do palco se apagam e uma música de fundo leve e calma começa a ser tocada pelo responsável da mesa de som, bem baixinho começo a ouvir uma voz feminina chamando alguém, começo a tremer e por dentro um turbilhão de sensações, escuto a tua voz calmamente, leve e doce me chamando carinhosamente pelo afeto que tínhamos:

– CORAÇÃO ?
– Ó coração é você mesmo!
– Levanta e venha aqui, estou sentindo muita a sua falta e quero recuperar o tempo perdido.

Pronto, agora um relâmpago forte apaga todas as minhas memórias de fatos que ocorrem na sua ausência, a partir de agora me esqueço de todas as palavras que você disse quando tentei voltar ao nosso relacionamento, esqueço de vez todas as suas ignoradas, todas as mensagens não respondidas. Enfim me entrego novamente a essa paixão, a esse amor que só eu e você entendemos. Me sinto como um vencedor, que nunca desistiu de acreditar no amor, mesmo você estando longe.”

As apresentações terminam e volta à realidade crua e fria como se estivesse em um sonho que jamais queria acordar, levanto e vou para a porta de saída, pego o caminho de casa, a luta continua…”

mo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s